• Leandro Piovesan

Pintar e empreender, o que é mais difícil?


Um Pintor comum, trabalhador, dedicado... Profissional exemplar na execução do serviço, com anos de experiência e muitos clientes atendidos e satisfeitos.

Nos encontramos e começamos a conversar sobre Pintura, de repente ouço a seguinte frase:

“Pô meu, estou PARADO há 2 semanas...”

Daí você se pergunta, onde está o problema desse cara? Será a crise que o país vive? Será que desaprendeu a trabalhar, ou o que?

Bem, a resposta é muito simples, apesar da difícil compreensão de muitos profissionais: FALTA DE PREPARO PROFISSIONAL!

Vou explicar...

Um engenheiro se prepara durante anos para ser um bom profissional, um médico, um químico, um advogado, todos se preparam para o futuro, até mesmo um eletricista precisa ter uma formação técnica para exercer sua função.

Mas o Pintor, precisa se profissionalizar ou não?

A pergunta correta é:

Você é um Pintor ou um empreendedor?

A sua resposta pode dizer por que tantos profissionais tem se queixado da falta de serviço.

O Pintor de antigamente cuidava bem de pintar paredes, tinha grande atenção com seus clientes e se preocupava bastante em atender as suas necessidades gerais de pintar suas casas, apesar da carência técnica e comportamental.

Porém hoje as coisas são muito diferentes, o comportamento dos “clientes” é outro, porque as suas necessidades também são outras. Hoje, pessoas precisam pintar suas casas também por realização pessoal, familiar, até mesmo por questões de saúde emocional. Elas querem a satisfação de ter suas casas mais bonitas e terem a sensação de mais confiança pessoal. O lar, mais do que nunca é o lugar de descanso e segurança pra todo mundo.

Acho que você já entendeu que para ser um Pintor profissional hoje é preciso ser SIM, também um empreendedor. Exceto se os seus objetivos sejam trabalhar única e exclusivamente pintando paredes, nesse caso meu conselho é que monte um currículo e comece a distribuir em empreiteiras e fábricas, quem sabe alguém possa te contratar...

A verdade é que o Pintor que só pinta está com os dias contados!

E pra quem acha que a Pintura é uma arte, experimente um desafio ainda maior. Além daquilo que você já faz, se comprometa em não ficar mais um dia se quer sem trabalhar, ou melhor, poder se dar ao luxo de tirar essas mesmas duas semanas para descansar, em boas férias.

Eu acredito que o Pintor pode ser um bom gestor e administrador no seu “Negócio de Pintura”, uma vez que ele se prepare para isso, que entenda a necessidade de se informar, se formar e se formalizar.

Há alguns meses atrás, assisti uma reportagem que falava sobre a falta de grandes profissionais no mercado de trabalho, dizia mais ou menos assim:

“No Brasil existem muitas pessoas que fazem o mesmo do mesmo, elas estão acostumados em estar na média e por isso não buscam se aprofundar naquilo que fazem. O mercado pede por mais qualificação, por diferenciais”

Nessa mesma reportagem eles alegam estar buscando esses profissionais mais capacitados em outros lugares do mundo, como Argentina, Canadá, Itália...

Veja a pintura, no Brasil não faltam imóveis a serem pintados e quer uma prova disso?

Dê uma volta no quarteirão de sua casa e verá que deveria haver ainda mais Pintores que existem hoje. Talvez a grande frase desse texto seja:

O que falta para as pessoas são oportunidades para pintarem suas casas!

Essa frase certamente gera muitas outras matérias como essa, mas as duas perguntas que deixo no momento são:

1 - Você está disposto a criar essas oportunidades para as pessoas te contratarem?

2 - Você está disposto a investir em busca de trazer esses conhecimentos para si?

O restante deixo para um próximo dia blz...

Não se esqueça de deixar seus comentários aqui abaixo, ok?

Diga se você concorda ou não comigo, se tem alguma observação ou crítica.

Abraço!


287 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo